Pesquisar este blog

quarta-feira, 31 de março de 2021

Simples tributo

 


  Simples tributo 

(...a Pedro Richard por ocasião de seu desencarne)

por Geminiano Barboza

Reformador (FEB) Novembro 1918

 

            Prezado irmão... Prevista estava a tua breve partida: e Deus o sabe quanto sentimos não poder de algum modo auxiliar-te em teus últimos momentos.

            Não foi surpresa para nós o teu passamento, tua migração espiritual; foi apenas motivo de saudade e alarme à nossa gratidão, da qual tão nobre e dignamente te fizeste credor... Jamais esquecerá o signatário destas linhas a frase paternal e consoladora que em certo delicado momento lhe dirigiste:

            “- O fazer bem é sempre fácil, quando há boa vontade; custa tão pouco!"

            Pois bem; de homem a homem, não passei de um mal amigo, um ingrato!.. Deixa, pois, que te fale hoje de Espírito a Espírito, certo de que me compreenderás.

            Não se trata de um panegírico, fantasia de que não carece teu Espírito que, mercê de Deus, soube colocar-se muito acima do convencionalismo humano; isto nada mais representa que “simples tributo de gratidão”, que meu irmão certamente não recusará, agora que melhor poderá perscrutar a sinceridade do coração humano.

            Partiste!.. Nós ficamos, preenchendo nosso destino... Praza aos Céus que os teus bons exemplos de espírita convicto e disciplinado possam aproveitar a nós outros, tão sujeitos ainda às fracas contingências da matéria... Que ao menos os sirva de incentivo a tenacidade e dedicação com que te entregavas ao santo labor, no cultivo da Vinha do Senhor, no desdobramento da bendita Seara de Jesus.

            Partiste!.. Mas partiste triunfante, porque, na humildade do teu Espírito, na docilidade de teu coração e na fé inquebrantável que conservaste até ao fim; encontraste sempre a energia, a paciência e a resignação de que precisavas para vencer a tua prova final!

            Partiste!.. Mas as bênçãos daqueles a quem consolaste, a quem amparaste, a quem serviste, voam em turbilhão para o teu Espírito; impelindo-o para o Alto!

            Felizes os que partem como tu, deixando como única dor a dor da saudade e como único sentimento o da gratidão.

            Pedro Richard, que a paz de Jesus seja contigo e a benção do Pai celestial baixe sobre o teu Espírito, eis o voto do teu irmão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário