Translate

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

No Centenário da Codificação


No Centenário da Codificação 
Bezerra de Menezes
por Maria Cecília
                                                                                Reformador (FEB)    Maio  de  1957

            Cumprindo a missão de defender a Casa de Ismael neste instante em que o Centenário da Codificação alvoroça todo o campo cristão e não cristão da 'Pátria do Evangelho' e d' Além mar, intensificávamos a vigilância, a guarda do Templo Augusto do Mensageiro do Senhor.

            Assim é que não só no seu interior resplande a luz costumeira das vibrações sadias; há principalmente em tomo da augusta Mansão cordões luminosos de isolamento, a fim de que as vibrações inferiores, neste momento aumentadas, não causem malefícios à obra grandiosa do Senhor no 'Coração do Mundo'.

            No santuário de Ismael foi aumentada a doce luz de seu recinto, como lâmpada permanente ao pé do sacrário, para que as deliberações sagradas da Grande Causa Espírita não sofrem solução de continuidade.

            Mesmo nos Departamento Infantil e de Juventude a vigilância é permanente entre os semblantes amigos que ali permanecem a postos em nome do Cristo Vivo. Eis porque, neste momento em que o Cordeiro de Deus envia novas mensagens à Terra de Seu sacrifício para que os corações dos homens despertem para a paz e a esperança de um novo dia, sentimos a necessidade de também nos núcleos espíritas dos encarnados, acender a luz da vigilância a fim que nossa Doutrina de Consolação seja realmente e para sempre o Cristianismo redivivo no seu pedestal de glória Imortal!

            Avancemos assim para diante, procurando em Jesus o nosso apoio, lembrando-nos tão somente de que, para crescermos em Verdade, só nos resta seguir caminho indicado pelo Mestre há 2000 anos, o 'amai-vos uns aos outros'.

            Assim sendo, intensifiquemos nós também a nossa ajuda na programação eficiente do 1º Centenário da Codificação, ajudando com nossas preces, com nosso exemplo, com nossa atitude de bons discípulos, o caminho de nossa própria redenção.

            Auxiliemos a Causa Espírita e, em particular, a Casa de Ismael na sua tarefa grandiloquente de mantenedora dos princípios sadios e elevados do Codificador, para que por nossa vez possamos abrigar uma consciência livre e pura no cumprimento exato de nossas obrigações.

            O terreno espírita cresce dia a dia; à seara do Mestre chegam sempre novos candidatos à luz dos Cimos da Doutrina dos Espíritos; é preciso portanto que os veteranos de nossa Causa santa tomam, decididos, o arado de sua tarefa com Jesus, prosseguindo em silêncio jubiloso como cristãos cônscios do grandioso problema a se solucionar para o resplendor do 3° Milênio.

            Trabalhemos com o Cristo em nossos corações e que possamos mais uma vez, em nossos preparativos íntimos e de sã alegria, erguer bem alto o lábaro sagrado da Casa de Ismael, confraternizando-nos com os povos do Mundo e principalmente conosco mesmo, pela adoção dos princípios altanados da grandiosa Causa de Allan Kardec e de Nosso Mestre e Senhor!

            Ergamos neste momento o nosso hino de júbilo ao Criador, preparando-nos para o trabalho de restaurar na Terra, em definitivo, a Lei sacrossanta do Amor.

            Que a Luz de Ismael seja nos vossos corações e sua bandeira luminosa de Amor e Verdade permaneça como divisa em vossos espíritos.


                                                                                                         Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário