Translate

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Anotações em Serviço


Anotações em Serviço 
Emmanuel
por Chico Xavier
Reformador (FEB) Janeiro 1970

Corrigir-nos sim, e sempre.
Condenar-nos, não.
Valorizemos a vida pelo que a vida nos apresente de útil e belo, nobre e grande.
Mero dever melhorar-nos, melhorando o próprio caminho, em regime de urgência; todavia, abstermo-nos do hábito de remexer inutilmente as próprias feridas, alargando-lhes a extensão.
*
Somos espíritos endividados de outras eras e, evidentemente, ainda não nos empenhamos, como é preciso, ao resgate de nossos débitos; no entanto, já reconhecemos as próprias contas com a disposição de extingui-Ias.
*
Virtudes não possuímos; contudo, já não mais descambamos conscientemente para criminalidade e vingança, violência e crueldade.
*
Não damos aos outros toda a felicidade que lhes poderíamos propiciar; entretanto, voluntariamente não mais cultivamos o gosto de perseguir ou injuriar seja a quem seja.
*
Indiscutivelmente, não nos dedicamos, de todo, por enquanto, à prática do bem, como seria de desejar; todavia, já sabemos orar, solicitando da Divina Providência nos sustente o coração contra a queda no mal.
*
Não conseguimos infundir confiança nos irmãos carecentes de fé; no entanto, já aprendemos a usar algum entendimento no auxílio a eles.
*
Por agora, não logramos romper integralmente com as tendências infelizes que trazemos de existências passadas, mas já nos identificamos na condição de espíritos inferiores, aceitando a obrigação de reeducar-nos.
*
Servos dos servos que se vinculam aos obreiros do Senhor, na Seara do Senhor, busquemos esquecer-nos, a fim de trabalhar e servir. Para isso, recordemos as palavras do Apóstolo Paulo, nos versículos 9 e 10, do capítulo 15, de sua Primeira Carta aos Coríntios: - "Não sou digno de ser chamado apóstolo, mas, pela graça de Deus, já sou o que sou."


Nenhum comentário:

Postar um comentário