Translate

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Nótulas Espiritualistas



 Nótulas espiritualistas
Dr. Antônio J. Freire
in Reformador (FEB) Julho 1954


            O Homem é o árbitro do seu destino,  condicionado pelas divinas Leis Cósmicas, sem as quais o progresso seria uma utopia.

            O essencial para o progresso humano é saber vencer os seus vícios e maus pendores atávicos, radicados na sua ancestralidade animal que conta um passado multimilenário, expresso na sua alma passional e instintiva ainda animalizada.

            Grande parte da atividade humana contemporânea está profundamente polarizada nos instintos interiores, patentes no egoísmo e no orgulho, em pleno e degradante regime de autolatria e de egocentrismo, sentimentos negativos,  tão anti-humanos, como anti-cristãos.

            São este os dominantes entraves ao progresso espiritual da Humanidade,  constituindo uma endemia quase geral, corroendo o nobre sentimento de fraternidade, esteio social radicado no Cristianismo.

            No entanto, a ideal evolução espiritual impõe, com base construtiva, certa e segura, as duas excelsas virtudes cristãs, tal como Jesus, o Divino Mestre, apostolizou e exemplificou: o altruísmo e a humildade.

            São estes os mais poderosos antídotos dos tóxicos satânicos - o orgulho e o egoísmo.

            A Humanidade só poderá libertar-se dos seus vícios atávicos e ancestrais cultivando com perseverança e carinho as virtudes cristãs que lhes são opostas, quer por pensamentos e palavras, quer por obras e intenções. Isto sem solução de continuidade, sem omissões;  em linha retilínea, sem sinuosidades, sem desvios.

*

            Para o Homem, digno deste nobre qualificativo pela sua altíssima Nobiliarquia Divina, é um dever de honra vencer a sua natureza inferior, passional, instintiva,  dominando-a,  educando-a pelo coração, instruindo-a, disciplinando-a pela ação depuradora  e nobilitante da sua inteligência e cultura, em conjunção com a sua consciência moral, reflexo divino e imortal.

            A prece, a meditação e a concentração mental orientadas nos santos e luminosos ensinamentos de Jesus Cristo, o Filho Dileto de Deus, constituem os elementos de maior valia para o integral triunfo da nossa regeneração moral, dignificação humana  e progresso espiritual.

            A gloriosa e ambiciosa ascese para Deus – única digna da Humanidade – tem por fulcro – o amor do próximo, através do altruísmo  e da humildade.

            Seguir Cristo, é ascender para Deus.
Lisboa, 1954

Nenhum comentário:

Postar um comentário