Translate

terça-feira, 18 de abril de 2017

Nótulas Espiritualistas XXII


  Nótulas Espíritas - XXII
Dr. Antônio J. Freire
in Reformador (FEB)  Novembro  1956

            Como dissemos anteriormente, só poderá ser compreendida a Vida no seu íntimo mecanismo e inicial impulso ascensional de perfectibilidade, quando se souber analisar, em superfície e profundidade, a divina e redentora Lei da Evolução no seu pleno sentido integral: físico e psíquico, orgânico e espiritual.

            A grandiosa Lei da Evolução é, dentro do Cosmos, a lei fundamental e dominante, abrangendo universos, coisas e pessoas, donde se pode deduzir que todas as Leis naturais convergem harmonicamente para o seu pleno dinamismo e finalidade.

            Há, porém, duas leis complementares e subsidiárias, intimamente ligadas à Lei da Evolução - seu fundamento, trajetória e diretriz: a Lei reencarnacionista ou das vidas sucessivas e pregressas, e a Lei cármica ou  da causalidade psíquica, fidelíssimo e ativo executor da Justiça imanente e do progresso moral.

            Do estudo aprofundado e refletido destas três leis - evolucionista, reencarnacionista e cármica - no seu mútuo entrelaçamento, interdependência, mecanismo, ação e reação, pode, talvez, extrair-se o sentido da Vida e o alto significado dos valores morais para a feliz consecução do seu finalismo glorioso e triunfante para a Humanidade, na sua extensão e perenidade, no seu rotativismo alternante através dos variados  mundos extraterrestres.

*

            Por agora, ocupar-nos-emos, sumariamente, da Lei cármica, reservando para mais tarde um estudo mais profundo e respectiva classificação das suas complexas e múltiplas variedades, entre as quais uma da nossa autoria, assunto que até agora tem sido deficientemente estudado dentro do neo-espiritualismo. No entanto, o carma representa a diretriz determinante de toda a evolução, tanto física e moral,  como psíquica, através das vidas sucessivas, da pluralidade das existências, das volutas palingenésicas. Merece, pois, o seu estudo aprofundada reflexão e meditação e pleno conhecimento teórico e prático dos seus métodos experimentais, particularmente o processo da "regressão da memória".

*

            A Lei cármica, expoente máximo da indefectível Justiça Divina, fiel executor da Justiça lmanente, perante as almas evolucionantes de toda a Humanidade, tem plena realização e atualidade em todos os Planos da Natureza, em todos os Mundos cósmicos, dominando toda a energia da matéria, como toda a atividade espiritual. Todos os desequilíbrios da matéria, assim como todas as desarmonias do sentimento e da inteligência, hão de ser, necessária e fatalmente, expiadas e reparadas dentro da justiça e determinismo que prendem indissoluvelmente a causa ao efeito, à face da eterna Lei Moral, reguladora do Bem e do Mal, inata em todas as consciências humanas, como reflexos redentores das suas almas divinas, criadas no sentido do Bem e do Amor.          

            O criminoso poderá escapar à justiça e castigo dos homens, mas o carma vigilante, oportuno e inexorável, radicado no seu perispírito, será implacável e justiceiro até à equitativa expiação e reparação dos prejuízos morais e materiais infligidos à sua vítima.

            O criminoso só pelo arrependimento e reparação dos malefícios praticados poderá vencer o torturante remorso, reabilitando-se pela sua regeneração moral, modificando, assim, as baixas e lentas vibrações do seu mau e pesado carma até à sua extinção completa: Depois de saldar as dívidas, em má hora contraídas perante o seu semelhante – seu irmão solidário no mesmo Destino evolucionante e divino – restabelecendo pelo seu esforço próprio o ritmo vibratório que perturbou no seu Universo, tecido pelo Supremo Criador da Luz e do Amor, o criminoso, o pecador, só então poderá conquistar a almejada “paz de consciência”.

*

            É o carma que determina e orienta as trajetórias de todas as reencarnações numa linha diretriz essencialmente conduzida para o progresso, expiação e reparação, resultantes dos atos praticados nas vidas passadas, particularmente na vida terrestre anterior.

            Mas a expiação não significa castigo por mais dolorosa que seja para os reincidentes e obstinados no Mal. A expiação, provocando o remorso como meio preventivo e redentor inerente ao arrependimento libertador, representa apenas uma lição disciplinar para que o criminoso compreenda a Lei de fraternidade e de amor em que prevaricou, lei base da nossa evolução espiritual e divina.

                                                                       *

            As leis concernentes ao progresso humano são paralelas e harmônicas tanto no plano físico como no plano mental e moral, sejam quais forem os desígnios do homem na sua perversidade para tudo falsificar, complicar e obscurecer.

            Nem o mais insignificante ato, nem o mais leve pensamento, nem  mais recôndita intenção, deixam de ficar vincados em nossos corpos psíquicos, nas superestruturas do nosso perispírito.

            Esta mecânica psíquica é toda feita de luz, cores e vibrações, das mais variadas categorias, determinadas e visíveis à clarividência, nas irradiações da aura humana, representativa do grau evolutivo, para cada alma.

            Perante a alma não há disfarces ou hipocrisias que valham. A nossa aura é o mais fiel atestado do nosso comportamento mental e moral. Todos os Espíritos desencarnados medianamente evoluídos podem ler e apreciar todas as auras.

                                                                       *

            No dia em que a Humanidade queira estudar e compreender o mecanismo e reciprocidade das Lei reencarnacionista e cármica, através da grandiosa e excelsa Lei da Evolução espiritual, a Humanidade encurtará a sua curva ascensional de progresso, e acabará por conquistar, refletida, serena e conscientemente, o Reino supra-humano, seguindo, de alma e coração, a divina Linha Cristã.

            Só pelas redentoras Leis da caridade, do amor, da fraternidade, podemos libertar-nos deste estendal pavoroso de misérias e traições, de violências e egoísmos, que envolve toda a desvairada Humanidade.

            Proclamemos a salvação em Jesus Cristo, através das redentoras Leis de resgate e de salvação expressas no Reencarnacionismo e no Carma, leis de apoio e de direção da suprema Lei da Evolução espiritual.


            Que linda e radiosa cruzada os neo-espiritualistas poderiam realizar para tentar suster o pavoroso cataclismo que pende sobre a Humanidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário