Translate

domingo, 16 de abril de 2017

Nótulas Espiritualistas XIII


Nótulas Espiritualistas - XIII
Dr. Antônio J. Freire
in Reformador (FEB)  Novembro  1955


            O alimento ideal para a alma evolucionante é a prática das virtudes cristãs. Os Evangelhos são os mais sábios e luminosos conselheiros da Humanidade por conterem mais sabedoria divina de que humana. Assim devem ser lidos, relidos e meditados pelo coração.

            A inteligência e à vontade compete dar-lhes vida e realidade, objetivando os seus redentores ensinamentos através de todas as vicissitudes da Vida, na plena compreensão das dores e sofrimentos cármicos.

*

            Pretender avançar para as iniciações esotéricas sem a devida preparação moral, intelectual e cultural, é correr o risco da borboleta fascinada pela chama ondulante que lhe servirá de sepulcro.

                                                                                   *

            Os mais terríveis inimigos da Humanidade são os maus pensamentos.

            Um pensamento vibrante de ódio, inveja ou vingança leva no seu âmago peçonha tão virulenta que pode contaminar no seu caminho, pelas suas perniciosas vibrações, legiões de almas descuidadas e desprevenidas, além do percipiente ou receptor a quem é individualmente dirigido, como o alvo direto do rancoroso agente emissor.

            Os maus pensamentos são mais nefastos para a Humanidade de que os mais pavorosos cataclismos, de que as epidemias mais mortíferas.

            Nem a covardia da distância, nem o secretismo que envolve os seus malignos agentes, poderão evitar as dolorosas consequências cármicas e, por vezes, o violento choque de retorno.

*

            A Aura, a atmosfera envolvente e vibrante do homem real e interior, é o fiel espelho do psiquismo humano: ali se refletem todos os seus vícios e virtudes, o seu grau de evolução, todo o seu passado, presente e, por vezes, o futuro imediato quando existam causas latentes determinantes, prestes a explodirem.

            A Aura representa a síntese do caráter, aspirações e nível espiritual.

            A Aura é um maravilhoso e eloquente arquivo que raros na Ocidente sabem ler e interpretar. A sua morfologia e cromática são dignas de estudo, meditação e compreensão que só se podem obter por uma clarividência metodicamente desenvolvida, disciplinada e aplicada.

            A providencial Visão Panorâmica, à morte ou em perigo de morte, tem na Aura a sua inserção, mecanismo e projeção.

                                                                       *

            A instrução enriquece a inteligência,  tendo por pontos de apoio – ciências, filosofias e artes; a educação afina a moral do sentimento e da emoção, tendo por pontos de apoio - os Evangelhos, em espírito e verdade. O ideal é a sua dupla execução e harmonia.

            Só da Consciência moral deve surgir a Luz redentora que ilumine, oriente, selecione e assimile a cultura mental.

            O pletorismo científico contemporâneo, monista, agnóstico, autólatra,  é um dos fatores mais perniciosos para a Evolução espiritual da Humanidade.

*

            O heroísmo moral sobreleva a todos os outros que se apoiem na bravura física.

            O heroísmo moral é tecido de sacrifício e abnegação, norteado por um nobre Ideal para o resgate e redenção da Humanidade, ideal que leva à santificação cristã.

            Um mata e destrói impiedosamente vidas; o outro redime almas, esclarece inteligências, conforta corações, encoraja aflitos, à Divina Luz do Cristo.

*
            Para as almas sensíveis e evolucionadas não existe contentamento perfeito, nem alegria completa, enquanto houver sofrimento a acudir, lágrimas a enxugar.

            A Fraternidade cristã assim o impõe pelo cérebro e pelo coração. “Amar o próximo” é ascender para Deus.

Lisboa, 1955


Nenhum comentário:

Postar um comentário