Translate

quinta-feira, 26 de junho de 2014

'Coma, beba e seja feliz quanto possa, porque amanhã você morrerá.'


"Coma, beba
e seja tão feliz quanto possa,
porque amanhã você morrerá."
           
Hermínio Miranda

No artigo sob título ‘Lendo e Comentando’
o autor transcreve parte de outro artigo de autoria do Rev. Woods,
publicado na revista ‘Methodist Recorder’
e transcrito para a ‘Two Worlds’ de Setembro de 1961.
(Reformador (FEB) Fevereiro 1962)

"O homem moderno é prisioneiro de um materialismo mais completo e aparentemente mais convincente que nunca. Até a Ciência parece confirmar essa concepção da vida. A ciência ortodoxa de hoje, sendo materialista em sua conceituação, não tem lugar para a sobrevivência. Ela conduz muitos a uma filosofia materialista da vida, que tem sido expressa simplesmente na seguinte exortação: "Coma, beba e seja tão feliz quanto possa, porque amanhã você morrerá."

            Os valores do homem comum, seus interesses, objetivos e ideais são ditados pelo seu materialismo. Parece não existir nenhuma saída dessa prisão em que ele se encontra. A Igreja parece impotente para libertá-lo, não porque ela "falhou", mas porque as ideias que ela defende e prega não têm sentido para o prisioneiro. Realidade espiritual e verdade nada significam para aquele cuja filosofia da vida é materialista.

            A separação entre a Igreja e as massas é fixada pelas estranhas e contrastantes filosofias abraçadas pelo materialista e pelo cristão. A Igreja, de um lado, está assustada diante da firmeza com que o materialismo agarrou o mundo, e as massas, do outro lado, colocam a Igreja à parte, como irrelevante e completamente divorciada da vida.

            Não há como possa o homem atravessar o espaço entre o materialismo e a espiritualidade. A única "autoridade" que ele parece inclinado a aceitar hoje em dia é a da Ciência e esta é justamente a que o tranca em sua prisão. Alguma coisa é necessário fazer para mostrar-lhe a falsidade da hipótese materialista. É preciso apresentar-lhe um nível de realidade objetiva que esteja acima e além da matéria e que esteja suficientemente perto da matéria que o habilite a alcançar a natureza dessa realidade superior. A realidade espiritual está muito além. Acredito que o psiquismo poderá muito bem ser a ponte sobre a qual ele encontrará novamente a sua libertação das grades que ora o retêm cativo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário