Pesquisar este blog

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Temas: 'Consolo'




Consolo 

Letícia
Psicografia de Hernani T. Sant’ Anna, no Grupo Ismael.
Reformador (FEB), pág. 148 -  Maio 1992.


Você errou. 
E o peso do fracasso abriu-lhe o abismo.
Arrependimento e pavor, vergonha e solidão.
Acusações implacáveis, receios infinitos.
A ironia é cruel. O sarcasmo fere e humilha.
Fugiu-lhe a confiança. 
Apagou-se-lhe nalma a luz da fé. 
Em seu coração agora é noite.
Nada, porém, resiste ao tempo. 
A noite também passa. 
E nada pode impedir que novo dia amanheça.
Não existem erros irreparáveis, pecados sem remissão, males sem remédio. Até a morte, que tudo parece destruir, transforma apenas.
Quem, senão Deus, jamais errou? 
Só ele pode julgar. E ele perdoa...
Mesmo agora, brilham na noite de sua alma o doce luar do meu carinho e as estrelas das minhas esperanças.
Na vida, ninguém está realmente só.
Nem será você uma exceção, meu filho! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário