Pesquisar este blog

quarta-feira, 13 de julho de 2011

'Para entender Roustaing' por Luciano dos Anjos


‘Para entender Roustaing’
(1ª Ed. Lachatre-2005)
Autor:  Luciano dos Anjos

‘Explicação’

     Não é tão simples fazer um resumo da revelação apresentada pelos evangelistas e Moisés na obra Os quatro evangelhos, recebida por Émilie Collignon e coordenada por Jean-Baptiste Roustaing. Os pontos estudados são muitos e de certa profundidade, como por exemplo a natureza corpórea de Jesus e o processo cosmogênico do nosso universo. Para que se aquilate essa dificuldade registro que Roustaing teve de pagar, dentre outros tormentos pessoais, o preço da incompreensão até mesmo no que diz respeito à pouca fluência do texto distribuído pelos quatro volumes (três, no original francês). À vista de conceitos bastante novos (modus in rebus), seria preciso apresentá-los em ritmo tautossilábico, a fim de que fossem bem assimilados e capazes de reorientar raciocínios normalmente preconceituosos, regra geral quase inamovíveis. Essa intenção tornou a obra prolixa e repetitiva. Porém, assim foi necessário, como necessário foi que o Evangelho, a rigor exposto num mesmo texto, fosse apresentado em três, complementado por um quarto, escrito por João, de cunho apologético, ainda assim repetitivo também em variadas passagens. Acresce que Roustaing era jurisconsulto, profissão que por natureza qualifica redações ora demasiadamente técnicas, ora redundantes ao extremo, como convém à linguagem própria da exegese jurídica. A paralela condição de professor de filosofia não deveria habilitá-lo melhor, posto que essa disciplina, além de altamente subjetiva, propõe idéias e conceitos de incontornáveis abstrações, a se refletirem na linguagem escrita.
     Antonio Luiz Sayão, que embora fosse também advogado era, porém, inclinado à beletrística, compreendeu a questão e conseguiu abreviar os quatro volumes em apenas um: Elucidações Evangélicas, tal qual sugeriu Allan Kardec. Ficou muito bom mas, como não poderia ser diferente, limitou-se à parte restritamente evangélica, sem penetrar nos aspectos mais complicados, e, ainda assim, não abarcou o texto de João.
     Agora, arrisco um resumo ainda bem mais apertado e sem exclusão de nenhum dos segmentos contidos na chamada revelação da revelação. A empresa é difícil, mas espero ter sido feliz pelo menos na medida mínima do indispensável aclaramento dos pontos mais fundamentais dessa monumental obra. Vou torcer para que este meu resumo atenda realmente à importância dos estudiosos, no sentido de entender Roustaing, ainda que num preliminar coup-d’oeil.
                             Rio de Janeiro, 3 de outubro de 2003.
                                          
LUCIANO DOS ANJOS

Do livro apresentado acima, retiramos o trecho inicial sob o título ‘Explicação”.  Trata-se, apenas, de pequena  amostra de seu conteúdo para você ficar tentado a lê-lo por inteiro ainda mais depois de ser informado que Chico, Divaldo e o Dr. Bezerra (não exatamente nesta ordem) eram ‘roustainguistas’.  Busque-o na Editora Lachatre ou na livraria e/ou Biblioteca de seu Centro. Não o encontrando, busque-o nos sites de venda de livros usados tipo Livronauta, Estante Virtual, sebosOnline, entre outros. É fácil de comprar, os preços são razoáveis e você recebe o livro em sua casa. Tudo começa acessando o Google... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário