Translate

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Da religião espírita...


Todas as reuniões religiosas, a qualquer culto que pertençam, são fundadas sobre a comunhão de pensamentos; e com efeito é nas reuniões religiosas que ela deve e pode exercer todo o seu poder, porque o alvo tem que ser o desprendimento do pensamento das estreitezas da matéria. Infelizmente a maior parte delas se têm desviado desse princípio,
à medida que fazem da religião uma questão de forma. Disso resulta que cada um, fazendo consistir seu dever no cumprir as formas, crê-se quite com Deus e com os homens, quando haja praticado a fórmula. Resulta ainda que cada um vai aos lugares de reuniões religiosas com um pensamento pessoal, de seu próprio interesse e o mais frequentemente sem sentimento algum de fraternidade para com os outros assistentes; fica isolado no meio da multidão, e não pensa no céu senão para si mesmo.


Certamente não é assim que o entendia Jesus quando disse: "Quando estiverdes diversos reunidos em meu nome, eu estarei no meio de vós." Reunidos em meu nome, isto é, com um pensamento comum; mas não podem estar reunidos em nome de Jesus sem lhe assimilarem os princípios, sua doutrina; ora, qual é o princípio fundamental da doutrina de Jesus? A caridade em pensamentos, palavras e atos. Os egoístas e os orgulhosos mentem quando se dizem reunidos em nome de Jesus, porque Jesus os recusa para seus discípulos. 

Reformador (FEB) Março 1976 (página 79)

Nenhum comentário:

Postar um comentário