Translate

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Aperfeiçoamento

Aperfeiçoamento
Emmanuel
por Chico Xavier
Reformador (FEB) Maio 1956

            A plantação aproveita-se da chuva e do sol que a castigam para produzir a riqueza do pão.

            O manancial vale-se da areia e da pedra que lhe ferem a corrente, a fim de purificar as próprias águas.

            O tronco embrutecido submete-se à inclemência da lâmina para transferir-se do mato selvagem ao conforto doméstico.

            A Natureza é pródiga de lições vivas ao nosso anseio de aprimoramento.

            É imprescindível saibamos aproveitar os obstáculos por ensinamentos seguros e positivos.

            A grande ciência começou no duro trabalho de alfabetização.  
            
            A música divina nasceu do solfejo monótono e desagradável.

            Cristo não nos induziu a servir aos nossos adversários simplesmente porque nos deseje soerguer, de imediato, à galeria dos heróis e dos santos, e nem nos recomendou o júbilo na dor porque pretendesse transportar-nos, de inopino, a paraísos ainda inabordáveis ao nosso entendimento.

            É que dos atritos da senda procede para nós o tesouro da experiência, quando não nos encarceramos na teia infernal da indisciplina e do ódio, do desânimo ou da desesperação.

            O inimigo gratuito é sempre um excelente instrutor e qualquer espécie de sofrimento pode ser degrau de acesso a novos horizontes do Espírito.

            Decerto, o Senhor em nos exortando - sede perfeitos! - não esperava a improvisação de asas angélicas em nossos ombros, assim como o cultivador da terra não conta com frutos na sementeira de um dia...

            O Mestre aguarda a nossa perseverança na boa vontade para com todos, até o fim de nossa luta, de vez que a boa vontade, significando serviço incessante ao próximo, é o nosso primeiro passo para a aquisição do amor sem mácula e da verdadeira sabedoria.


            Amemos e trabalhemos sempre, sem indagar, aprendamos com o mundo e com a vida, sem revolta e sem mágoa, recapitulemos nossas lições no dever bem cumprido, quantas vezes se fizerem necessárias, e, assim agindo, estejamos certos de que o Divino Orientador virá ao encontro de nossas dificuldades humanas, arrebatando-nos ao conhecimento dos Planos Superiores, onde nos colocaremos em marcha sublime para a glória imortal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário