Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de abril de 2021

De A. Pezzani à Allan Kardec

 


A. Pezzani à Allan Kardec  

Lyon, 27 de Dezembro de 1865

Caro e augusto mestre,

            Sustento sempre a causa espiritual, embora doente e oprimido por este tempo de nevoeiro. Espero reunir alguns irmãos espero também que A Verdade continuará a aparecer com denominação diferente: Jornal do Espiritismo Independente, título proposto pela unanimidade dos espíritos lioneses, exceto vosso dedicado servo.

            Que significaria esse título?

            Que existe um espiritismo autoritário e dependente, numa teocracia entre nós, o que não é verdadeiro: para confirma-lo apelo para todas as vossas obras que não cessam de preconizar o livre exame de consciência de cada um; preferiria: Jornal do Espiritismo e do Livre Pensamento, combateria até o fim pelo que creio ser a verdade e o bem.

            O que vos quero, porém, dizer, caro e digno mestre, é os votos ardentes que faço por vós ao renovar-se este ano, por vossa saúde tão preciosa à causa e por vossa constante prosperidade. Se não puderdes responder pessoalmente duas palavras, pedi a vosso secretário que m’as escreva para me tranquilizar nesta época em que os bons se retraem e desaparecem em um abrir e fechar d'olhos, como o testemunha M. Didier.  

            Apresenta também a vossa digna companheira os meus mais sinceros votos. Cuidai bem de vós, não saíeis nesses dias desastrosos. Vede bem que um de nós que nada é, poderia desaparecer, sem que a causa com isso sofresse, ao passo que seria isso diferente para convosco, o chefe superior. Assim, peço do fundo do coração a Deus e aos bons Espíritos que vos conservem em sua santa graça.

            Crede em meu devotamento,

                                                                                  A. Pezzani (1)  

 

                (1) André Pezzani, advogado em Lyon, foi um dos mais vigorosos lutadores de que se pode orgulhar o Espiritismo; é o autor do livro “A Pluralidade das Existências da Alma”.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário