Translate

domingo, 26 de março de 2017

Espiritismo Religioso


Espiritismo Religioso 
Hernani T. Sant’Anna
Reformador (FEB) Julho 1954

            Se o Espiritismo guarda a finalidade precípua de transformar a face moral do Planeta pelo esclarecimento das massas populares, elevando o nível de entendimento e vida dos povos, não podemos entende-lo sem o aspecto religioso porque somente a Religião é capaz de propiciar à multidão os recursos necessários à reforma dos costumes e à ascensão positiva dos valores sociais.

            Esta é, aliás, a grande lição que a História nos ensina, quando nos coloca face a face com os grandes movimentos coletivos de todos os tempos. Penetrar a alma do povo, atingir a sociedade no que ela possui de mais íntimo, modificando-lhe a própria ética de viver, é privilégio da Religião. A Ciência só atinge a técnica, não chega aos sentimentos. E as teorias filosóficas quando divorciadas do ideal que age, não vão além do círculo das elites intelectuais, para mero gáudio da fina dialética e honra a inócua de estantes e museus.

            Valham, pois, os esforços honestos e bem intencionados de quantos lidam por fazer penetrar o Espiritismo na consciência coletiva, semeando nas almas os polens das concepções superiores. Compenetrando-se da eternidade da vida, da responsabilidade individual perante a lei, da necessidade do esforço próprio
para a conquista de felicidade, da lei de cooperação fraternal, da justiça perfeita que pontifica em todos os quadrantes do Universo,  irá o povo, espontaneamente  e por seus próprios atos, inaugurar uma  era nova de entendimento e paz social com trabalho digno e farto para todos.

            Numa época como a que vivemos, tão repleta de inquietações e violências, não pode haver trabalho mais nobre e produtivo do que esse, de acender a luz do espírito por sobre a noite das angústias e dos desesperos humanos, à custa de renúncia e abnegação, amor e sacrifício.


            Afinal, é dessa lide silenciosa de arregimentação do bem, sem virulências,  extremismos, objetivos de dominação ou de avassalamento que nascerá a grandeza do futuro, a paz das nações e a felicidade dos povos deste orbe. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário