Translate

sábado, 14 de novembro de 2015

Marta e Maria



Marta e Maria

10,38  Estando Jesus em viagem, entrou numa aldeia, onde uma mulher, chamada  Marta,  o  recebeu  em   sua   casa.  10,39  Tinha ela uma irmã por nome Maria, que se assentou aos pés do Senhor para ouvi-Lo falar
10,40  Marta, toda preocupada na lida da casa, veio a Jesus e disse: -Senhor, não Te importa que minha irmã me deixe só a servir? 10,41  E respondendo, disse-lhe Jesus: “ -Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas; 10,42 Mas uma só coisa é necessária; e Maria escolheu a boa parte, que não lhe será tirada.”    


            Para Lc (10,41-42) -Marta e Maria - reproduzimos o trecho que se segue, extraído de “Conduta Espírita”, de André Luiz por Waldo Vieira:

Conduta Espírita da Mulher...

            -Compenetrar-se do apostolado de guardiã do instituto da família e da elevada tarefa na condução das almas trazidas ao renascimento físico. Todo compromisso no bem é de suma importância no mundo espiritual.

            -Afastar-se de aparências e fantasias, consagrando-se às conquistas morais que falam de perto à vida imperecível, sem prender-se ao convencionalismo absorvente. O retorno à condição de desencarnado significa retorno à consciência profunda.

            -Afinar-se com os ensinamentos cristãos que lhe situam a alma nos serviços da maternidade e nas bênçãos da mediunidade santificante. Quem foge à oportunidade de ser útil, engana a si mesmo.

            -Sentir e compreender as obrigações relacionadas com as uniões matrimoniais do ponto de vista da vida multimilenária do Espírito, reconhecendo a necessidade das provações regenerativas que assinalam a maioria dos consórcios terrestres. O sacrifício significa o preço da alegria real.

            -Opor-se a qualquer artificialismo que vise transformar o casamento numa simples ligação sexual sem as belezas da maternidade. Junto dos filhos apagam-se os ódios, sublima-se o amor e harmonizam-se as almas para a eternidade.

            -Reconhecer grave delito no aborto que arroja o coração feminino à vala do infortúnio. Sexo desvirtuado, caminho de expiação.

            -Preservar os valores íntimos, sopesando as próprias deliberações com prudência e realismo, em seus deveres de irmã, filha, companheira e mãe. O trabalho da mulher é sempre a missão do amor, estendendo-se ao infinito.”

            Para Lc (10,42) - Mas só coisa é necessária - leiamos  “Segue-me!” de Emmanuel por Chico Xavier:

            “Terás muitos negócios próximos ou remotos, mas não poderás subtrair-lhes o caráter de lição, porque a morte te descerrará realidades, com as quais nem sonhas de leve...

            Adiministrarás variados interesses, entretanto não poderás controlar todos os ângulos do serviço, de vez que a maldade e a indiferença se insinuam em todas as tarefas, prejudicando o raio de ação de todos os missionários da elevação.

            Amealharás enorme fortuna, todavia ignorarás, por muitos anos, a que região da vida te conduzirá o dinheiro.

            Improvisarás preciosos discursos, contudo desconheces as consequências de tuas palavras.

            Organizarás grande movimento em derredor de teus passos, no entanto se não construíres algo dentro dele para o bem legítimo cansar-te-ás em vão.

            Experimentarás muitas dores, mas se não permaneceres vigilante no aproveitamento da luta teus dissabores correrão inúteis.

            Exaltarás o direito com o verbo indignado e ardoroso, todavia é provável não estejas senão estimulando a indisciplina e a ociosidade de muitos.

            Uma só coisa é necessária, asseverou o Mestre em sua lição a Marta, cooperadora ativa e dedicada.

            Jesus desejava dizer que, acima de tudo, compete-nos guardar, dentro de nós mesmos, uma atitude adequada ante os desígnios do Todo Poderoso, avançando seguindo o roteiro que nos traçou a Divina Lei. Realizando esse necessário, cada acontecimento, cada pessoa e cada coisa se ajustará, a nossos olhos, no lugar que lhes é próprio. Sem essa posição espiritual de sintonia com o Celeste Instrutor é muito difícil agir com proveito.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário