Translate

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O Movimento Espírita



               “O movimento espírita não é e nunca poderá vir a ser uma igreja, porque lhe falta e faltará sempre uma hierarquia sacerdotal que caracteriza a igreja. Os sacerdotes se dizem representantes de Deus, procedem em seu nome, interpretam e aplicam a vontade de Deus ou de seu deus particular; são os intermediários entre Deus e os homens. Os espíritas não têm essa categoria de intermediários, ficam cá em baixo: são todos homens e os seus médiuns não se comunicam com Deus, mas apenas recebem mensagens de outros homens, desencarnados, e que podem ser mais esclarecidos do que nós e nos ajudar com seus ensinos, mas nunca com a pretensão de serem deuses ou representantes de Deus.”

Ismael Gomes Braga
Trecho de artigo sob título
‘Religião, Igrejas e Comunismo’

publicado in Reformador (FEB) Julho 1961

Nenhum comentário:

Postar um comentário