Translate

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Aos Espíritas


                   A lenta evolução moral da Humanidade, nestes quase dois mil anos de Cristianismo mal compreendido e assimilado, tem uma de suas causas nas deturpações sofridas pela doutrina de Jesus da parte daqueles que receberam o legado dos primitivos cristãos e não souberam conservá-lo imune das paixões humanas. O espírito sectário gerou a intolerância, estimulou a ambição do poder, inspirou movimentos armados contra professantes de outros credos, acendeu fogueiras e imolou milhares de seres humanos, levando a Humanidade a mergulhar nas trevas do terror, da ignorância e do ódio. Aos espíritas compete exercer permanente vigilância em torno das ideias e dos atos que se desenvolverem dentro do Espiritismo, para que este não venha também a corromper-se e possa continuar sua obra saneadora e construtiva, iluminando as consciências e restabelecendo o reinado do Cristianismo redivivo no seio das gerações de hoje e do futuro. Cabe ao Espiritismo fazer desta humanidade que sofre e range os dentes, a alma pintalgada do sangue das guerras e ensombrada de preconceitos, uma humanidade reconciliada com Jesus, uma humanidade tranquila, confiante, pacifica.

José Brígido (Indalício Mendes)
Reformador (FEB) Março 1948

Nenhum comentário:

Postar um comentário