Translate

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Posta Restante - 11a


Posta Restante - 11a
por Sólon Rodrigues
Reformador (FEB)  Setembro 1972

            P. - No processo de desobsessão, qual a participação do obsidiado?

            R. - Em todo processo de regeneração, a participação da alma deve ser ativa.
Um obsidiado (e todos o somos) em maior ou menor grau) deve interessar-se vivamente pela própria recuperação, incorporando a necessidade de auto evangelizar-se.
            A obsessão é um efeito. A causa reside no próprio obsidiado.
            Seria agir com extrema imprudência evangélica se mandássemos a família e o
próprio obsidiado tomarem distância do esforço de reforma íntima assegurando que
operaríamos a cura.
            Ao homem possuído por uma legião de Espíritos perturbados e perturbadores, Jesus assegurou: "Tua fé te curou".
            Não significa que o obsidiado deve tornar-se espírita para alcançar a cura.

            Mas fundamentalmente deve renovar-se à luz do Evangelho do Senhor Jesus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário