Translate

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Evolução


Evolução 
por Múcio Teixeira (em 1908)
                                                                              in Reformador (FEB) Outubro 1959
           
Morri no mineral, para nascer na planta.
Fui pedra e fui semente;
Brilhei no diamante e no cristal luzente,
E fez em mim seu ninho, o pássaro, que canta.

II

Na planta adormeci e despertei um dia
No animal, que move os músculos e anda;
Percorri  apressado uma senda sombria,
Vendo indistintamente uma luz na outra banda.

III

Do animal passei para as formas do homem,
E sendo Homem estou muito perto do Anjo;
Só assim chegarei aos círculos que abranjo
Com a Razão, que ainda as Dúvidas consomem.

IV

Poderei amanhã flutuar, batendo as asas,
Pela  vasta amplidão constelada de céus:
Faísca, que desceu às cinzas e às brasas,
Ascenderei mais tarde à Eterna Luz – que é Deus.
 ----------


Do Blog: Aparentemente, este processo evolutivo - da pedra ao homem - surge afirmado em algum livro de Léon Denis. Apesar de nossos esforços e por culpa das nossas limitações não conseguimos encontrar em que página e livro Monsier Dénis escreveu a respeito. Você poderia ajudar-nos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário