Translate

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Desejos


Desejos 
de   A. L. de Bonsucesso – Fábulas
Reformador (FEB) Agosto 1954


“Tenho desejos de falar”
dizia um gato;

"Eu queria escrever", bradou  contente
                        Um rato;

E a restante alimária anunciava
O que mais desejava:

Não houve um bicho só que não quisesse
Aquilo que jamais poder pudesse.

E nós homens, meu Deus, que praticamos?
                           O mesmo:

Pedimos, requeremos, suplicamos,
                        A esmo,

Honras, empregos, posições; - não vemos
                        Para o que nós nascemos!

Até ser sábia, muita gente almeja,
Sem que - senso-comum - alguém lhe veja!



( A. L. de Bonsucesso - Fábulas.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário